Uncategorized

    À distancia também se ama !

    Caros amigos da E.S

    Desde que foi decretado o fecho das escolas e dos centros de dia, decidimos por analogia fechar portas do nosso centro comunitário que funciona como sabe em dois espaços situados  no Bairro da Cruz Vermelha em Lumiar.Isto porque num dos espaços onde têm lugar as actividades com crianças recebemos diariamente 25 crianças entre os 4 e os 14 anos, e no outro diariamente estão vários adultos com diversas patologias e/ou idade que são considerados de risco. Com a agravante que na altura nem sequer tínhamos o material de protecção básico por o mesmo estar esgotado.

    Logo no início a nossa principal preocupação foram as pessoas que beneficiam  diariamente dos nossos almoços (20 refeições que são fornecidas pelos colégios São João de Brito e Planalto), algumas das quais ficam em situação muito vulnerável quando os não recebem.Contactámos de imediato a Junta de Freguesia do Lumiar que através do seu programa “Quietinho em Casa” nos proporcionou 30 refeições quentes e o respectivo transporte, levando os almoços a casa de cada beneficiário.

    Os vários técnicos da nossa associação têm feito seguimento telefónico dos vários utentes regulares, das crianças e suas famílias e de outros casos que lhes vão sendo referenciados.
    L

    Logo na primeira semana recebemos dezenas de pedidos de alimentos por parte de várias famílias. Para tal criámos um grupo de Whatsapp denominado “Ajuda em Tempos de Covid” com cerca de 130 pessoas onde vamos descrevendo as situações que nos pedem ajuda e por mensagem privada a quem se oferece voluntário para ajudar enviamos o tm da pessoa a ajudar. O voluntário liga à pessoa da nossa parte e pergunta o que lhe faz falta e toma nota e depois telefona a D. Lurdes (uma senhora da nossa confiança que tem uma mercearia no bairro) faz a encomenda e a D. Lurdes prepara a encomenda em nome da pessoa que de seguida se pode, lá vai buscar.  Quando a pessoa não pode ir buscar algum dos colaboradores da associação, devidamente protegido, vai fazer a entrega.

    Destas entregas demos conhecimento à assistente social da Junta de Freguesia do Lumiar, Dra Patricia Martins,  a qual tem informação se as pessoas estão já a receber de outros sítios (junta, Santa Casa de Misericórdia ou igreja) de forma a não duplicar as ajudas em tempos de tanta necessidade.
    Ainda assim ficou combinado que as famílias que frequentam a nossa associação e que sabemos que têm mais necessidades a associação irá complementar os outros apoios que embora sejam uma óptima ajuda nunca são suficientes.

    Também encaminhámos várias famílias para as ajudas das respectivas freguesias através da Dra Patrícia Martins.
    Quanto ao apoio jurídico as pessoas foram informadas que o mesmo continua a existir telefonicamente no mesmo horário, segundas e quintas feiras entre as 10 e as 13.30h, bem como as consultas de nutrição onde as utentes continuam a ser seguidas telefonicamente pela nossa colaboradora nutricionista ás segundas feiras das 10 às 12h.Obrigado!